Pular para o conteúdo principal

CRÍTICA| Loja de Unicórnios e a singela mensagem de amadurecimento



Loja de Unicórnios entrou para o o catálogo da Netflix Brasil no ultimo dia 05 de abril. O longa foi o primeiro trabalho como diretora da atriz Brie Larson (Capitã Marvel, 2019), ela também estrela a produção. Loja de Unicórnios foi lançado em 2017 e é uma adaptação do roteiro escrito por Samantha McIntyre.

Kit (Larson)  é uma jovem que ao ser expulsa da faculdade de Artes começa a se sentir um perfeito fracasso. Sem saber muito o que fazer de sua vida, ela teve que voltar a morar na casa dos pais e começa a tentar se adequar em um perfil que simplesmente não cabe nela. Após encontrar um emprego temporário em um escritório de comunicação, Kit recebe um convite para ir até A Loja, lá ela conhece o Vendedor (Samuel L. Jackson) e ele lhe oferece a incrível oportunidade de comprar seu próprio Unicórnio, mas antes ela precisa preencher alguns requisitos.



Este foi um filme que conversou muito comigo, porque a personagem passa por todo um processo para enfim conseguir se reencontrar. Ao ser expulsa da universidade claramente Kit passa por um período de depressão, ela se sente um fracasso naquilo que sempre sonhou fazer, por isso, decide buscar um novo caminho em um lugar que mais parece um matadouro de sonhos. É neste período em que Kit está tentando se encaixar em algo que ela não é, que ela é chamada para ir à Loja de Unicórnios.

Todo o caminho que Kit faz para conseguir ter seu unicórnio faz com que ela encontre um novo rumo para seguir, retome a confiança em si mesma, melhore sua relação com os pais e consiga finalmente estabelecer conexões com pessoas reais. Apesar de bem simples eu gostei muito de toda a mensagem de autoconhecimento e amadurecimento que o longa trás.



Uma das coisas coisas que mais me agradou em Loja de Unicórnios foi a relação entre Kit (Larson) e Virgil (Mamoudou Athie), os dois ao se conhecerem estão insatisfeitos com a vida que levam e de forma gradual nós conseguimos perceber a evolução dos personagens ao passo que a relação entre eles é construída.  Porém umas das coisa que mais me desagradou foi o fato de que ao fazer uma crítica ao mundo corporativo e às suas ideias machistas e engessadas o longa peca em não conseguir conectar isso ao restante da história, parece algo que foi colocado ali mas não se conecta com mais nada e não leva a lugar nenhum.

Minha opinião é que Loja de Unicórnios vale o seu tempo investido, apesar de não ser um filme perfeito ele cumpre muito bem seu papel de entreter o espectador e de passar uma mensagem bem simples e singela no final. Sem contar que a Brie Larson é linda, maravilhosa, fada sensata e merece ser prestigiada.

Veja o trailer abaixo:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MARVEL| Novo trailer de Vingadores:Ultimato inicia a venda de ingressos

Hoje a dona Marvel liberou mais um trailer de Vingadores: Ultimato, o teaser serve para marcar o início da venda dos ingressos para o filme que estreia no dia 25 de abril. Mas já vou logo avisando, se você quiser garantir seu ingresso para a estreia é melhor correr, aparentemente os ingressos já estão se esgotando por aí.
Vingadores: Ultimato vai se passar logo após o evento que dizimou metade da população universal com o estalar de dedos do vilão Thanos (Josh Brolin). Neste novo teaser podemos ver o retorno de Tony Stark (Robert Downey Jr) para a Terra, sua reconciliação com Steve Rogers ( Chris Evans) e reunião de todos os heróis restantes, incluindo a chegada da Capitã Marvel (Brie Larson).
A promessa é de que o filme terá mais de três horas de duração, então se você não foi forjado na arte em ficar todo esse tempo no cinema sem comer ou ir ao banheiro eu posso sugerir que você comece seu treinamento com O Senhor dos Anéis.
Assista abaixo o trailer:

GOT| Os melhores e os piores momentos do 3º episódio

Este domingo foi ao ar o terceiro episódio da ultima temporada de Game of Thrones, se você assim como eu é fã da série provavelmente estava muito ansioso por este momento, afinal depois de oito anos andando em círculos além da muralha finalmente o Rei da Noite chegaria em Winterfell, com seu dragão zumbi e seu exércitos de mortos-vivos para travar o que seria a batalha mais épica da história da TV.
Apesar de ter sido um bom episódio, algumas escolhas de roteiro deixaram muito a desejar e acabaram decepcionando alguns fãs da série, pensando nisso nós listamos aqui os seis melhores e os cinco piores momentos da Batalha de Winterfell.
ATENÇÃO ESTE TEXTO TEM SPOILER DO EPISÓDIO DE ONTEM, SE VOCÊ NÃO ASSISTIU AINDA VOLTE MAIS TARDE OU LEIA POR SUA CONTA EM RISCO!

A MISSÃO DE MELISANDRE
Eu estou muito longe de transformar a Melisandre (Carice Van Houten) na rainha da série, a morte da Shireen ainda estava entalada na minha garganta no episódio de ontem e eu olhava pra ela como mesmo rancor d…