Pular para o conteúdo principal

CRÍTICA| Porque você deve assistir Dumplin



Dumplin é um filme baseado no livro homônimo de Julie Murphy, na história, Willowdean ( Danielle Macdonald) decide entrar no concurso de miss da cidade para afrontar sua mãe, Rosie (Jennifer Aniston), ex-miss e atual organizadora do concurso de beleza. A inscrição de Will para a competição se torna uma forma de protesto e incentiva outras garotas fora dos padrões a se inscreverem também para o concurso.

A primeira coisa que eu gostaria de falar sobre o filme é sobre como ele não coloca mulheres como vilãs ou megeras da história. No começo nós vemos a personagem de Jennifer Aniston apenas pelo olhar de Willowdean e, como elas não tem uma boa relação, nós tendemos a achar que Rosie é uma péssima pessoa, porém com o decorrer da história nós entendemos um pouco mais sobre as nuances da personagem. Will também não é uma mocinha clássica, às vezes na verdade ela é bem babaca com as pessoas que a cercam e, acaba descontando suas inseguranças e preconceitos em quem está por perto.


Lendo sobre  o filme eu vi algumas pessoas falando sobre como a personagem principal é segura com seu corpo mas, ao assisti-lo eu percebi que não é exatamente assim. Apesar não estar tentando emagrecer e nem se encaixar nos padrões Will é uma garota insegura que por exemplo não acreditava que um garoto bonito pudesse se interessar por ela. A conquista pela aceitação vem com o decorrer da história quando ela vai quebrando seus próprios preconceitos tanto em relação a si mesma quanto em relação aos outros.



Quero ressaltar aqui todo meu amor pela personagem Millie (Maddie Baillio), ela é gorda assim como Will e, apesar da presença dela no concurso ser um protesto também é um sonho que ela sustenta desde criança e que nunca tinha se permitido realizar. A personage  ganha nossos corações com seu jeito meigo e espontâneo de enxergar as coisas, apesar de estarem do mesmo lado ela é tipo o contraponto de Willowdean.


Se eu fosse comparar Dunplin com algum outro filme eu diria que ele tem a mesma linha de Pequena Miss Sunshine, obviamente guardando aí as devidas diferenças, eu digo isso porque é óbvio que nenhuma delas vai ganhar o concurso de miss, mas no fim não é isso que importa e, sim toda a jornada que elas trilharam para chegar até ali.

Dumplin com certeza entrou para o meu hall de 'feel good movies' e certamente se você está procurando uma dramédia bem leve e divertida para assistir na Netflix o filme dirigido por Anne Fletcher está recomendadíssimo.

Assista o trailer abaixo: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICAS| Dez filmes de terror pra você se arrepiar

O carnaval tá chegando e eu sei que tem muita gente que não gosta de ir pra folia, então pra você que não é de festa mas é de ficar em casa descansando eu separei aqui onze filmes de terror pra você que se assusta com a quantidade de gente que está na rua.
OS OUTROS (2001)

Grace Stewart (Nicole Kidman) é uma mulher católica fervorosa que mora em uma casa isolada com seus dois filhos enquanto espera seu marido voltar da guerra. Depois da chegada de três misteriosas figuras coisas estranhas começam a acontecer na mansão dos Stewart.
A BRUXA (2016)

Isolada em uma fazenda deserta uma família britânica do século XVII começa a presenciar acontecimentos muito estranhos após o sumiço de seu filho mais novo. 
HEREDITÁRIO (2018)

Após a morte de sua matriarca a família Graham começa a presenciar acontecimentos sobrenaturais que podem estar relacionados com o passado nebuloso da falecida. O que eu acho mais legal nesse filme é o fato do espectador começar a questionar a sanidade dos personagens.
COR…

GOT-8| Cinco momentos do primeiro episódio que fazem arrepiar

Depois de dois anos de espera, ontem (14) finalmente começou a oitava e ultima temporada de Game of Thrones, confesso que tive até palpitação antes do novo episódio começar, mas sobrevivi e vim aqui para listar cinco momentos deste inicio temporada que me fizeram ficar arrepiada!

CUIDADO! ESTE TEXTO CONTÉM SPOILER DO PRIMEIRO EPISÓDIO DE GOT!!

.... SÉRIO MESMO, SE VOCÊ NÃO ASSISTIU É MELHOR PARAR POR AQUI...

 ...ULTIMA CHANCE PARA IR EMBORA...

 LYANNA MORMONT FADA SENSATA

Vou te dizer que a Lady Mormont ( Bella Ramsey) é afrontosa mesmo! Eu fiquei com a cara no chão quando ela confronta o Jon ( Kit Harington) dizendo: "Você saiu daqui com o Rei do Norte e agora volta como nada". O Norte se lembra e não gosta de forasteiros.
O RECADO DO REI DA NOITE

No último episódio da sétima temporada nós vimos o Rei da Noite (Vladmir Furdik) destruir a muralha com o Dragão que ele havia acabado de ganhar de presente. Agora ele e seu exércitos de mortos rumam para o Norte e no caminho resolver…

CRÍTICA| Durante a tormenta

Durante a tormenta é um filme de drama/suspense espanhol, o longa foi lançado em 2018 e chegou este mês na Netflix. Devido a uma falha  no espaço-tempo causada por uma tempestade a jovem Vera Roy ( Adriana Ugarte) salva a vida de um garoto que morreu atropelado em 1989, no entanto ao mudar o passado ela também altera o futuro e faz com que  sua mude vida completamente.
Há muito tempo o cinema traz histórias de viagem no tempo e, um ponto em comum que a gente aprendeu em várias delas é que não se pode alterar o passado sem que haja muitas consequências no futuro. Em 'Durante a tormenta', Vera (Ugarte), perdeu sua filha, seu marido e toda a vida que ela conseguia se lembrar, mas com a ajuda do Inspetor Leyra (Chino Darín) ela vai tentar recuperar o que deixou para trás. Porém o que Vera (Ugarte) não se deu conta é que  em sua busca para recuperar uma vida antiga ela acabou não se importando em como estaria sua vida atual nesta nova realidade. 


Eu gostei muito de como o filme tra…