Pular para o conteúdo principal

DICAS| 5 livros para quem quer conhecer Stephen King



Stephen King é uma verdadeira máquina de lançamentos. Com mais de 80 livros lançados, o escritor nascido em 1947 no estado do Maine (EUA) se mantém pertinente na cultura pop dia após dia, com diversas obras sendo adaptadas e readaptadas para o cinema e para a TV. 

Abaixo confira cinco obras para quem quer se aventurar e conhecer um pouco sobre a obra de Stephen King mas não sabe por onde começar:

5 – A Maldição do Cigano (1984)


Bill Halleck é um advogado que não tem muitos problemas em sua rotina além de seu excesso de peso. Sua vida segue normalmente até que um dia atropela uma velha cigana. Saindo impune pela justiça, Bill vê sua vida mudar quando o patriarca cigano, Taduz Lemke, sopra a maldição apenas pronunciando a palvra ‘emagrecido’ para Halleck. Daí em diante o advogado se vê em uma corrida para descobrir uma forma de quebrar a maldição enquanto perde peso sem parar.



4 – O Iluminado (1977)


Jack Torrence resolve aceitar o trabalho de caseiro do hotel Overlook durante o inverno. Sabendo que passará o tempo todo fechado no hotel graças as fortes nevascas, Jack não imagina o que as coisas que habitam o hotel podem fazer com ele e com sua família. Paralelo a isso vemos o pequeno Danny Torrence descobrindo todo o terror do hotel e vendo o que pode acontecer com seus pais em um “lugar desumano que cria monstros humanos”.
3 – Dr. Sono (2013)

A continuação de O Iluminado apresenta Dan Torrence, outrora Danny, mais de trinta anos após os eventos do primeiro livro. Dan tenta lidar com tudo o que vivenciou e não se transformar no homem que seu pai foi. Porém a vida de Dan cruza mais uma vez com os horrores que vivenciou no Hotel Overlook quando conhece Abra Stone, uma garota de 12 anos que detém uma iluminação muito forte, e se vê responsável por protege-la de um grupo itinerante de criaturas que se alimentam de iluminação conhecido como “O Verdadeiro Nó”.


2 – Misery: Louca Obsessão (1987)

Paul Sheldon é um escritor de sucesso que ficou famoso com uma série de romances protagonizados por Misery. Após matar a protagonista de suas obras e dar inico a uma nova fase literária chanada “Carros Velozes”, Paul sofre um acidente de carro e acaba sendo encontrado e sequestrado pela enfermeira e fã número um de Misery, Annie Wilkes. Em cárcere na casa Annie, o escritor se vê obrigado a escrever uma nova história sobre Misery e trazer a personagem de volta a vida.
1 – Joyland (2013)

Devin Jones é um garoto de 21 anos que resolve trabalhar no parque Joyland, na Carolina do Norte de 1973 após uma desilusão amorosa. Mas o que mexe com a vida do rapaz é Linda Grey, uma garota que foi assassinada no parque há anos. Logo Dev, com a ajuda do garoto Mike, embarca na investigação para tentar libertar o espirito de Linda que acredita-se que assombra o parque. Um dos livros mais sensíveis e emocionantes de Stephen King, que cumpre a promessa de te emocionar e partir seu coração.


E aí, qual livro do Stephen King você mais gosta? Conta pra gente nos comentários.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GOT| Os melhores e os piores momentos do 3º episódio

Este domingo foi ao ar o terceiro episódio da ultima temporada de Game of Thrones, se você assim como eu é fã da série provavelmente estava muito ansioso por este momento, afinal depois de oito anos andando em círculos além da muralha finalmente o Rei da Noite chegaria em Winterfell, com seu dragão zumbi e seu exércitos de mortos-vivos para travar o que seria a batalha mais épica da história da TV.
Apesar de ter sido um bom episódio, algumas escolhas de roteiro deixaram muito a desejar e acabaram decepcionando alguns fãs da série, pensando nisso nós listamos aqui os seis melhores e os cinco piores momentos da Batalha de Winterfell.
ATENÇÃO ESTE TEXTO TEM SPOILER DO EPISÓDIO DE ONTEM, SE VOCÊ NÃO ASSISTIU AINDA VOLTE MAIS TARDE OU LEIA POR SUA CONTA EM RISCO!

A MISSÃO DE MELISANDRE
Eu estou muito longe de transformar a Melisandre (Carice Van Houten) na rainha da série, a morte da Shireen ainda estava entalada na minha garganta no episódio de ontem e eu olhava pra ela como mesmo rancor d…

NETFLIX| Quatro séries com mulheres maravilhosas que você não pode deixar de assistir

Estava aqui de boas tentando pensar em temas legais que eu gostaria de escrever sobre, então surgiu o pensamento “porque não fazer um textos enaltecendo as séries com protagonistas mulheres fodas marvilhosas?”, e foi assim que esse texto começou a serproduzido.
ANNE WITH AN A
É uma série original da Netflix baseada no livro Anne de Greengables (L. M. Montgomery, 1908). Anne é uma menina órfã que foi adotada por engano por um casal de irmãos solitários de uma pequena cidade. A menina ruiva é muito criativa e após algumas confusões ela consegue conquistar o coração de muita gente. A série aborda de maneira delicada temáticas como abuso, feminismo, amizade e bullying. Anne é apaixonante do inicio ao fim.
O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA

A antiga série exibida nos anos 90 agora ganhou uma roupagem um pouco mais sombria porém ainda muito divertida. Sabrina é uma meio-bruxa-meio –humana que ao completar 16 anos terá que decidir em qual dos dois mundos quer viver. Para continuar tendo as duas vidas…

CRÍTICA| Loja de Unicórnios e a singela mensagem de amadurecimento

Loja de Unicórnios entrou para o o catálogo da Netflix Brasil no ultimo dia 05 de abril. O longa foi o primeiro trabalho como diretora da atriz Brie Larson (Capitã Marvel, 2019), ela também estrela a produção. Loja de Unicórnios foi lançado em 2017 e é uma adaptação do roteiro escrito por Samantha McIntyre.
Kit (Larson)  é uma jovem que ao ser expulsa da faculdade de Artes começa a se sentir um perfeito fracasso. Sem saber muito o que fazer de sua vida, ela teve que voltar a morar na casa dos pais e começa a tentar se adequar em um perfil que simplesmente não cabe nela. Após encontrar um emprego temporário em um escritório de comunicação, Kit recebe um convite para ir até A Loja, lá ela conhece o Vendedor (Samuel L. Jackson) e ele lhe oferece a incrível oportunidade de comprar seu próprio Unicórnio, mas antes ela precisa preencher alguns requisitos.


Este foi um filme que conversou muito comigo, porque a personagem passa por todo um processo para enfim conseguir se reencontrar. Ao ser …