Pular para o conteúdo principal

NETFLIX| Quatro séries com mulheres maravilhosas que você não pode deixar de assistir


Estava aqui de boas tentando pensar em temas legais que eu gostaria de escrever sobre, então surgiu o pensamento “porque não fazer um textos enaltecendo as séries com protagonistas mulheres fodas marvilhosas?”, e foi assim que esse texto começou a ser  produzido.

Foto: Marvin Moore
É uma série original da Netflix baseada no livro Anne de Greengables (L. M. Montgomery, 1908). Anne é uma menina órfã que foi adotada por engano por um casal de irmãos solitários de uma pequena cidade. A menina ruiva é muito criativa e após algumas confusões ela consegue conquistar o coração de muita gente. A série aborda de maneira delicada temáticas como abuso, feminismo, amizade e bullying. Anne é apaixonante do inicio ao fim.

A antiga série exibida nos anos 90 agora ganhou uma roupagem um pouco mais sombria porém ainda muito divertida. Sabrina é uma meio-bruxa-meio –humana que ao completar 16 anos terá que decidir em qual dos dois mundos quer viver. Para continuar tendo as duas vidas que gosta ela vai tentar fazer um acordo com a Igreja da Noite, porém nem tudo vai sair como o esperado. A série traz mulheres fortes, independentes e que resolvem seus próprios problemas, também aborda temáticas como bullying, sexualidade e preconceito.

Eu já falei aqui que a Jane Fonda é maravilhosa? A série conta as aventuras vividas por Grace(Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin) após a descoberta que seus respectivos maridos são gays e estão juntos. Elas passam por crises, fortalecem a amizade, criam um novo negócio, redescobrem o amor! A série é maravilhosa e mostra pra gente como nunca é tarde pra viver um amor livre ou coisas novas.



Gente pelo amor da Deusa, aqui eu reuni o kombo Shonda Rhimes. Olivia Pope e Annelise Keating são os crushs da minha vida, mulheres fortes, inteligentes, as melhores em seus respectivos trabalhos. Eu não vou falar nada sobre as séries, pois apenas assistam essas maravilhas.

Espero que vocês tenham gostado dessa lista, mais pra frente nós vamos fazer uma lista de filmes com as mulheres mais maravilhosas do cinema!

É bom lembrar também que todos esses títulos estão disponíveis na Dona Netflix!

Veja também:











Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MARVEL| Avengers, Assemble!

[TEXTO COM SPOILER]


Sábado a noite eu fui assistir  Vingadores: Ultimato e, assim como todos os fãs que vem acompanhando a saga destes heróis nos últimos dez anos, eu estava muito ansiosa e com medo tanto me decepcionar, quanto de perder alguns dos meus personagens favoritos. Então já vou começar este texto dizendo que eu não me decepcionei, o filme é excelente e apesar de longo em nenhum momento ele fica arrastado ou cansativo.
Vou listar aqui alguns pontos do filme que me fizeram vibrar na cadeira do cinema:
OUTROS ÂNGULOS DA HISTÓRIA
Como muitas teorias já vinham falando em Vingadores:Ultimato os heróis voltam no tempo para consertar o estrago feito pelo estalar de dedos do vilão Thanos (Josh Brolin). A questão é que  eles não voltam para a batalha contra o vilão e sim para pegar de volta as Jóias do Infinito e assim poder trazer de volta as pessoas que tinham virado poeira. Porém o mais interessante disso é que eles voltam exatamente para momentos específicos de filmes anteriores e…

SÉRIES| Divulgado hoje o trailer de 'Pearson'

A USA Network lançou o primeiro trailer de 'Pearson', a série, que será um spin-of de Suits, estreia ainda este ano.
Na trama vamos acompanhar a trajetória da advogada Jessica Pearson (Gina Torres) enquanto ela tenta se adaptar ao mundo (e submundo) da política em Chicago. O projeto foi feito por Aaron Korsh e Daniel Arkin, que também são os responsáveis por Suits.
Veja o trailer abaixo:




NETFLIX| É isso que dá ajudar Sementes Podres, babaca

O que um refugiado árabe que aplica pequenos golpes pode ensinar a um grupo de crianças marginalizadas? Essa pergunta é perfeitamente respondida em Sementes Podres (2018), que enche até o mais vazio dos corações de esperança.
Wael (Kheiron) um rapaz que cresceu vendo os horrores da vida, desde que perdeu os pais muito cedo, tenta se redimir ajudando um grupo de crianças que precisam cumprir detenção após a escola. Com o decorrer da história vamos conhecendo um pouco da intimidade das crianças, além de conhecermos a infância de Wael através de flashbacks. O ritmo do filme que lembra muito obras como “Mudança de Hábito” (1992) e “Ao mestre com carinho” (1967) é uma injeção de esperança em uma época que precisa acreditar que pessoas melhoram e podem dar certo.



Cheio de momentos marcantes, um pequeno diálogo chama a atenção quando o pequeno Wael (Aymen Wardane) fala para Monique (Ingrid Donnadieu) que Deus gosta de fazê-lo perder pessoas. Dirigido e roteirizado pelo próprio Kheiron, Seme…